Culto

“O culto cristão é um ato religioso, através do qual o povo de Deus adora o Senhor, entrando em comunhão com ele, fazendo-lhe confissão de pecados e buscando, pela mediação de Jesus Cristo, o perdão, a santificação da vida e o crescimento espiritual. É a ocasião oportuna para a proclamação da mensagem do Evangelho de Cristo e para a doutrinação e congraçamento dos cristãos”.

Princípios de liturgia da Igreja Presbiteriana do Brasil; Cap. III artigo 7º


O culto é a expressão de vida, é a celebração que recorda os atos de Deus na história, é um diálogo entre o criador e suas criaturas, é a auto-revelação de Deus aos homens e a resposta dos homens a Ele.

O culto é dinâmico, porque é um encontro criativo dos homens com Deus, num relacionamento vivo, abrangente e vital.

Cultuar é vivificar a consciência pela santidade de Deus (Apocalipse 4,8–11), nutrir a mente com a verdade de Deus (João 8,31s), purificar a imaginação pela beleza de Deus (Salmo 51,1–17), abrir o coração ao amor de Deus (Atos 2,41–47) e dedicar a vontade ao propósito de Deus (Isaías 6,2–8).

Os principais elementos do culto são: a pregação da Palavra de Deus (elemento mais importante do culto cristão), a oração, a música, os sacramentos (Santa Ceia do Senhor e Batismo) e as ofertas. Esses elementos são os meios usados pelo adorador para se expressar. Segundo O. Haendler esses elementos são as “formas e funções por meio das quais a recepção e a ação litúrgica se efetivam e, mediante sua cooperação orgânica, suscitam e expressam o evento cultual”.

O culto cristão é prestado espiritualmente, com o auxílio do Espírito Santo; em Jesus Cristo, como único mediador e baseia-se no conhecimento verdadeiro de Deus, portanto é firmado na vontade de Deus de se encontrar com seu povo, e não numa decisão voluntária do adorador. Cada culto é um ato do Soberano Deus. Por isso é Ele que determina as características do verdadeiro culto com a centralidade da pregação.

O culto presbiteriano é bíblico, solene, espiritual, preparado com zelo e oferecido somente a Deus (teocêntrico) com ordem e decência: é louvor, adoração, submissão, glória e reverência e tem como objetivo promover a paz e a glória de Deus.

O culto deve mudar a vida do adorador porque atua em duas direções: horizontal e vertical. Na direção vertical encontra-se o relacionamento pleno com Deus e na direção horizontal o relacionamento com a sociedade.

Textos básicos: Romanos 11,33; 14,18; 15,16; , Filipenses 4,18; Apocalipse 15,4; 19,10; Hebreus 5,4; 13,15; Colossenses 3,16; Mateus 4,10; 28,19; 1Pedro 2,5; João 4,19–24.

Mensagens dos Pastores

“Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos.” - Filipenses 4,4

Leia mais

 

“Está alguém entre vós sofrendo? Faça oração. Está alguém alegre? Cante louvores.” - Tiago 5,13
Leia mais